Voltar

Entenda como é a jornada de trabalho no Brasil e no mundo

Nunca se falou tanto em reforma trabalhista e flexibilização como agora, não é mesmo? Gerando polêmicas e protestos, em meio à crise política brasileira, muito embora o tema seja recorrente na mídia e redes sociais, muitas pessoas desconhecem como é a jornada de trabalho no Brasil e também no mundo.

Confira a seguir, como funcionam as regras atuais no mercado de trabalho e entenda melhor esta questão tão em voga.

Brasil: como é a jornada de trabalho?

No Brasil, antes da Constituição Federal de 1988, a jornada de trabalho, ou seja, aquele período de dias e horas cujo trabalhador está à disposição da empresa, estabelecido pelo contrato pautado na lei do Direito do Trabalho, era de 8 horas diárias e 48 horas por semana.

Com a constituição de 1988 em vigor, de acordo com Inciso III do artigo 7º, esta jornada, (para quem trabalha com carteira assinada, de acordo com a CLT), passou para oito horas diárias e quarenta e quatro semanais.

No entanto, atualmente esta jornada pode ser alterada, com uma flexibilização, que aumentaria o número de horas trabalhadas, gerando insatisfação dos trabalhadores em geral.

A problemática surge, segundo o viés empresarial, devido à rigidez da lei brasileira, sobretudo se comparada com outros países. O Governo brasileiro busca formalizar a flexibilização, com jornada diária de até 12 horas, com limite de 48 horas semanais.

Brasil, França e Reino Unido, por exemplo, são alguns dos países que exercem maior controle sobre a questão das horas trabalhadas, proibindo por lei que se ultrapasse o limite de horas estipulado.

Exatamente por isso, os empresários reclamam do alto custo de se contratar um funcionário, bem como de prejudicar o fator competitividade.

Jornada de trabalho em outros países: como é?

Dados da Organização Internacional do Trabalho, indicam as seguintes médias de horas trabalhadas por semana, em diferentes países do mundo, veja:

  • França: 35 horas por semana;
  • Estados Unidos: 38 horas por semana;
  • Rússia: 38 horas por semana;
  • México: 42 horas por semana;
  • Brasil: 44 horas por semana;
  • Reino Unido: 48 horas por semana;
  • Argentina: 48 horas por semana.

Reimaginando a jornada de trabalho

Hoje, com a modernização dos processos de trabalho, muitos profissionais e também empresas têm flexibilizado a forma como essas horas semanais são trabalhadas. Isso tem ocorrido porque as pessoas têm reconhecido que trabalhar focado e manter a produtividade é fundamental, mas o modelo de jornada de trabalho não favorece o aproveitamento do tempo.

Aqui na CWK, por exemplo, temos muitos exemplos de profissionais que preferem fazer sua própria jornada de trabalho. Isso porque alguns são mais produtivos de amanhã, outros à tarde, e o que manda, na verdade, é a qualidade do trabalho prestado, e não o tempo dedicado a ele.

Os espaços de Coworking têm ajudado a reinventar esse modelo de trabalho, oferecendo às empresas e também profissionais a liberdade para trabalhar em diferentes lugares, e ainda ganhar em qualidade de vida. E todo esse conjunto, que tem expandido um novo modo de usufruir uma jornada de trabalho tem valorizado cada indivíduo, seu trabalho e sua maneira de produzir.

E você, caro (a) leitor (a)? O que pensa sobre isso? Conte para nós!

Gostou? Clique aqui e fale conosco

Fique atualizado

Receba um conteúdo exclusivo da CWK diretamente no seu e-mail.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa Newsletter