Voltar

Pesquisa Deskmag sobre Coworking

Em sua terceira edição, o portal sobre coworking Deskmag (www.deskmag.com) está coletando dados para sua pesquisa na tentativa de traçar um perfil, tanto dos frequentadores de um coworking, como para quem é proprietário de um espaço. Essa é a primeira iniciativa no mundo nesse sentido e apesar de não ser muito relevante regionalmente é uma boa fonte para se entender um pouco do cenário do coworking no mundo.

Quando escrevo que não é relevante regionalmente, é porque mais de 50% dos espaços de coworking no mundo se concentram nos Estados Unidos e na Europa e os hábitos regionais de um país são muito importantes para descrever o comportamento desse novo jeito de se trabalhar.

De qualquer forma, em sua última edição, em 2011, a pesquisa constatou que a quantidade de espaços de coworking tem dobrado a cada ano. Em 2011, foram contabilizados 1.130 e estima-se que, em 2012, o ano termine com 2.150 aproximadamente. Isso de fato se comprova no Brasil, pois em 2010, quando a CWK abriu as portas, contabilizamos por alto uns 15 espaços e hoje existem mais de 50 certamente.

A pesquisa também apresenta que a idade média dos coworkers é de 34 anos e em sua maioria são homens. Na CWK, a idade média está entre essa mesmo, mas esses dados podem não ser tão relevantes assim no Brasil, pois cada vez mais os jovens entre 20 e 30 anos anos estão empreendendo e se instalando no ambiente coletivo.

Outro dado interessante é que 58% das pessoas pesquisadas trabalhavam em casa antes de passar a trabalhar num ambiente compartilhado. Mas isso não quer dizer que essas pessoas são somente empreendedores. Aqui no Brasil verificamos muitas pessoas que trabalham para pequenas e médias empresas indo buscar a CWK como alternativa para ter uma estrutura operacional já pronta e sem custo inicial de abrir uma filial, representação e etc.

Segundo a Deskmag, as pessoas procuram o coworking com a finalidade de se conectar a outras pessoas,  ter horários de trabalho flexíveis, achar novas oportunidades de negócios, compartilhar conhecimentos, ter uma infraestrutura pronta e baixo custo operacional.

Pessoas que trabalham num coworking aumentaram sua produtividade, sua sociabilidade, seus conhecimentos. Aumentando esses três itens, é natural que a pesquisa apresente uma melhora na renda dos coworkers.

Para contribuir com a pesquisa deste ano, entre no site http://www.coworkingsurvey.com. Não é preciso usar ou já ter usado um espaço de coworking para respondê-la. Quando mais opiniões eles puderem coletar, melhor!!

Bruna Lofego

Bruna Lofego é administradora, formada pela UNA, com 15 anos de experiência em administração de empresas e 12 em empreendedorismo. Cursou especialização em marketing digital na ESPM e pós graduação em Marketing na UNA. Há cinco anos fundou a CWK Coworking, em expansão por todo o Brasil e se especializou na terceirização de serviços operacionais. É autora do Blog da CWK em que aborda a gestão de um espaço de coworking e empreendedorismo em geral.

Veja outros posts do autor

Fique atualizado

Receba um conteúdo exclusivo da CWK diretamente no seu e-mail.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa Newsletter