Voltar

Por que o coworking da errado para alguns empreendedores?

Nesses quatro anos de atividade percebi que muitas pessoas reclamam que seu espaço de coworking está vazio, que é difícil arrumar clientes, que todo investimento é muito caro e etc. Comecei a estudar então os motivos que levam alguns espaços de coworking fecharem as portas mesmo depois do primeiro ano de funcionamento e a principal conclusão talvez não seja tão diferente de qualquer outro negócio: o perfil do empreendedor não se adapta ao tipo de negócio.

Para administrar um coworking de sucesso o primeiro requisito é a dedicação. A administração de um espaço pode parecer simples e funcional mas no dia a dia se não houver dedicação do gestor, certamente haverão clientes insatisfeitos. Dentro da CWK existem diversos serviços que, caso não funcionem, prejudicarão a operação de qualquer cliente. Por exemplo, se a internet de um espaço cai, todos os clientes param de trabalhar e a solução muitas vezes é muito mais simples de ser resolvida.

Me deparo com muitos espaços em que o proprietário possui outras atividades além do coworking. Quando se divide a atenção do negócio, a probabilidade de um deles sair em desvantagem é muito grande e geralmente o coworking é o negócio secundário do empreendedor. Os investimentos, o capital de giro, o planejamento são direcionados sempre ao negócio principal do empresário e por isso o espaço de coworking acaba ficando em segundo plano. No entanto, sem investimentos e sem capital de giro nenhum espaço de coworking conseguirá alavancar suas vendas.

Traduzindo, é necessário que o espaço tenha uma estrutura moderna e atrativa, o cliente precisa se sentir atraído a trabalhar naquele local sendo que investimento em infra-estrutura faz se necessário para isso. Além disso, sem o marketing de vendas nenhum negócio consegue clientes pois as pessoas precisam saber que aquele espaço de coworking existe. O capital de giro de um espaço é o calcanhar de aquiles de qualquer coworking e sem dúvida precisa de um planejamento cuidadoso e certeiro.

Sendo assim, o empreendedor que deseja entrar nesse mercado precisa entender que não basta colocar mesas e cadeiras num espaço ocioso dentro de sua empresa pois o back office exigente na administração do espaço é muito mais delicado pois ele é direcionado aos seus funcionários e sim aos seus clientes!

Bruna Lofego

Bruna Lofego é administradora, formada pela UNA, com 15 anos de experiência em administração de empresas e 12 em empreendedorismo. Cursou especialização em marketing digital na ESPM e pós graduação em Marketing na UNA. Há cinco anos fundou a CWK Coworking, em expansão por todo o Brasil e se especializou na terceirização de serviços operacionais. É autora do Blog da CWK em que aborda a gestão de um espaço de coworking e empreendedorismo em geral.

Veja outros posts do autor

Fique atualizado

Receba um conteúdo exclusivo da CWK diretamente no seu e-mail.


4 respostas para “Por que o coworking da errado para alguns empreendedores?”

  1. Avatar Sandro R. de Lelis disse:

    Muito bem colocado Bruna!
    Apesar de não ser (ainda) um bom conhecedor do “Coworking” concordo plenamente que para garantir o sucesso do negócio, precisamos alinhar o bom planejamento, os investimentos necessários nas diversas fases e conseguir manter o capital de giro. Para isso é de suma importância o “olho diário do gestor” para garantir a qualidade dos serviços prestados, incluindo toda a infraestrutura e “mimos” que todos os profissionais gostam. Para finalizar acho também tão importante quanto as premissas anteriores, a utilização do Marketing de relacionamento no pós venda para estreitar o relacionamento com os clientes e garantir a fidelização e consequentemente obtenção de novos clientes.

  2. […] nacionais e internacionais, o Coworking tem sido um dos mercados mais promissores para quem quer empreender ou se recolocar no mercado visando um negócio próprio ou método de trabalho independente e […]

  3. […] Esse método tem a vantagem de ser uma opção barata quando se inicia um negócio, e muitos empreendedores preferem o escritório em casa, mesmo quando as suas carreiras progridem, porque é mais fácil de […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa Newsletter