Tem um imóvel e quer montar um Coworking? - CWK Coworking

Voltar

Tem um imóvel e quer montar um Coworking?

Constantemente eu recebo no whatsapp no meu celular uma brincadeira dizendo que tem um empreendedor dominando o mercado imobiliário: o “Aluga-se”! É uma brincadeira mas ao andar pelas ruas das cidades que eu viajei nesse ano de 2015 a quantidade placas escrito “aluga-se” é muito grande! Paralelo a isso, a quantidade de prédios comerciais que vemos ficar pronto é igualmente grande. Ou seja, não precisa fazer muita conta para se chegar a conclusão que a oferta está bem maior que a procura nesse setor.

Se a oferta é maior que a procura, o preço deveria abaixar, até aí ótimo, o mercado não precisa estagnar por causa disso mas em relação ao que vem acontecendo no Brasil, a retração econômica influencia diretamente nessa questão. No entanto, não nos cabe aqui analisar a recessão Brasileira. Abaixo algumas dicas, informações e diretrizes para quem tem um imóvel e pensa em montar um Coworking nele.

Empreendedorismo ou Comodidade?

O que você espera do seu imóvel se nele for montado um Coworking? Essa é uma pergunta que todos proprietários deveriam fazer a si mesmos. Você pode esperar do seu imóvel uma renda mensal ou você pode esperar do seu imóvel um negócio para trabalhar.

Renda: A pessoa que espera uma renda mensal ao montar um Coworking no seu imóvel eu, infelizmente, tenho que aconselhar que desista do negócio. O Coworking é uma empresa como outra moneybox-158346_1280qualquer, ele demora a gerar resultado. Ele tem tempo de maturação e mesmo quando chegar a dar lucro, este pode ser bom num mês, ruim no outro mês. Não existe estabilidade constante em nenhum mercado e com o Coworking não é diferente. Se você espera ter uma renda mensal com o seu imóvel, alugue-o para um único inquilino com contrato de aluguel fixo, garantido por aval e etc. O Coworking não vai te dar essa renda mensal que você tanto espera.

Negócio: Se por outro lado, você espera montar um Coworking para ter um negócio mesmo que este não seja sua principal fonte de renda, ótimo! Eu indico o Coworking como um negócio lucrativo e até te mostro algumas planilhas de resultado para ajudar a você a tomar a decisão. Em nosso post A montagem de um escritório de coworking descrevemos como a CWK pode ajudar na montagem do seu Coworking.

“Quando se abre um coworking, não se pode esperar viver dele antes que o mesmo atinja o seu retorno financeiro esperado”

 Abaixo explicamos um pouco as variáveis que devemos considerar para montar um Coworking num imóvel próprio:

Investimento Inicial:

 A estrutura física que um Coworking precisa para funcionar não é pequena. Mobilário, cabeamento estruturado, equipamentos da cozinha, área de convivência e etc são alguns exemplos a serem considerados para montar a estrutura do negócio. Além disso precisa levar em conta a reforma e adaptação do local para que ele seja transformado num ambiente coletivo. Sendo assim, é preciso ficar claro que um investimento inicial é necessário para inicio das operações. Obviamente que seu imóvel pode já estar com mobília, pode já estar reformado mas um mínimo de investimento tenha certeza que será necessário. Ninguém monta uma empresa como um Coworking sem investimento, tenha isso sempre em mente!

Capital de Giro:

Ok, imóvel é seu e você não paga aluguel, que é o maior custo fixo que um Coworking tem, no entanto, existem vários outros custos a serem considerados e para honra-los você precisa de um capital de giro. Um fluxo de caixa simples, pode te ajudar a definir qual capital de giro você precisa para iniciar seu negócio. Preparamos um exemplo de fluxo de caixa para você preencher e conseguir se organizar antes de tomar a decisão:

Gostou? Clique aqui e baixe sua planilha de fluxo de caixa

O seu tempo para administrar o negócio:clock-934642_1280

Sim, o Coworking vai te exigir tempo para administrar o negócio. Por mais que você tenha uma assistente no início e nós recomendamos que você realmente tenha. As propostas comerciais, os contratos com os clientes, a resolução de problemas do dia a dia não podem ser transferidos para sua assistente por um motivo muito simples: ela ainda não tem experiência nem expertise para gerir o negócio sozinha. A não ser que você contrate um gerente com experiência mas ao colocar o salário dele em sua planilha de custos provavelmente vai inviabilizar o negócio. Com o passar do tempo e o seu Coworking começar a deslanchar, o seu tempo de dedicação ao negócio pode ser reduzido e você pode ir treinando o assistente para virar seu gerente.

Retorno sobre investimento (ROI):

Todo negócio precisa de tempo para amadurecer e gerar retorno. Então mais uma vez eu insisto: se você está com dificuldade em alugar seu imóvel e pensa que montar um Coworking vai gerar esse aluguel imediatamente, mude a sua estratégia porque isso não vai acontecer. O tempo médio para se atingir o ponto de equilíbrio de um Coworking são entre 9 e 12 meses e o tempo médio de retorno de investimento são 24 meses. Medimos esse número pela experiência que temos nos últimos 3 coworkings que a CWK montou e qualquer expectativa abaixo disso é superestimada.

Mesmo depois que o seu Coworking comece a gerar lucro, parte dele tem que ser reinvestido na empresa, assim como em qualquer negócio.

No post: Planejamento na abertura de um espaço de coworking falamos um pouco mais sobre o planejamento na abertura de um espaço de Coworking e sua importância.

A CWK Coworking e o seu Imóvel

Desde 2012 estamos nos preparando para expandir nossa rede de Coworking e depois de muito estudo decidimos que a melhor forma era expandir através da franquia pois é um ótimo meio de expandir seu know how sobre o assunto preservando sua marca nos lugares onde atua e nosso principal objetivo com isso é criar uma rede de Coworkings onde o cliente de uma cidade pode rapidamente estar em outra cidade sem burocracia e com simplicidade. Afinal, nossa missão é:

“Democratizar o acesso a infra-estrutura operacional de forma inteligente, prática e ágil.”

Com isso, a quem interessar, mesmo não sendo através da franquia, podemos ajuda-lo a conseguir seus objetivos e inclusive analisar se o seu imóvel é pertinente a montagem de um Coworking ou não.

Gostou? Clique aqui e entre em contato conosco

CONCLUSÃO:

Todo o mercado sabe que está bastante difícil o aluguel de imóveis, o “boom” imobiliário de alguns anos atrás está agora entregando vários edifícios pelas principais cidades do país e a demanda, nesses tempos de retração econômica, não está muito legal.

O Coworking pode ser sim, uma solução para o seu imóvel que está desalugado, no entanto, é preciso ter em mente que não bastam colocar mesas e cadeiras no seu andar corrido e as pessoas vão começar a alugar esse espaço. Uma empresa de Coworking presta um serviço ao cliente e esse serviço tem que ser muito bem prestado pois caso contrário o cliente vai embora.

Como já foi escrito acima, nós da CWK Coworking, podemos ajuda-lo de várias maneiras na avaliação do potencial do seu imóvel: Clique no botão e fale conosco.

Gostou? Clique aqui e fale conosco[/botao]

Bruna Lofego

Bruna Lofego é administradora, formada pela UNA, com 15 anos de experiência em administração de empresas e 12 em empreendedorismo. Cursou especialização em marketing digital na ESPM e pós graduação em Marketing na UNA. Há cinco anos fundou a CWK Coworking, em expansão por todo o Brasil e se especializou na terceirização de serviços operacionais. É autora do Blog da CWK em que aborda a gestão de um espaço de coworking e empreendedorismo em geral.

Veja outros posts do autor

Fique atualizado

Receba um conteúdo exclusivo da CWK diretamente no seu e-mail.

Uma resposta para “Tem um imóvel e quer montar um Coworking?”

  1. […] é uma das maiores despesas de todo empreendedor. A menos que você trabalhe em home office ou tenha um imóvel próprio, será necessário destinar uma verba para […]

Deixe uma resposta

Assine nossa Newsletter