Voltar

Quais os custos para abrir uma empresa?

Quanto custa abrir o negócio que você sempre sonhou? R$5.000? R$10.000? R$50.000? Especulações à parte, é importante compreender os custos específicos para o seu empreendimento, independentemente do tamanho. Ao ter claros os números, você pode determinar o financiamento necessário para sair do papel e chegar ao seu ponto de equilíbrio (quando você começa a ter lucro).

Estive conversando com alguns empreendedores que abriram um negócio próprio e consegui chegar a algumas conclusões. Claro, também aproveitei a minha experiência como empresária para escrever este artigo que está bem rico em informações para você.

1º passo – Entenda seus custos para abrir um negócio

Os custos para abrir uma empresa são tecnicamente definidos como os custos que você vai ter antes de começar a ter qualquer tipo de renda. É uma distinção importante a fazer, porque ela vai ter impacto na sua declaração fiscal. Estes custos são repartidos da seguinte forma:

  • Despesas – São os custos envolvidos na preparação da abertura de um negócio, e podem incluir coisas como pesquisa de mercado, custos de publicidade, formação, salários e remunerações pagas a profissionais, advogado ou contador.
  • Investimentos– Você também vai ter custos para comprar ativos, como estoques, equipamentos, mobília, etc.
  • Capital – Você vai precisar de dinheiro para apoiar o seu negócio na sua fase de arranque e despesas pessoais tais como folha de pagamento, aluguel, serviços públicos, etc. até que o negócio seja autossustentável.

Pegue todos esses tópicos e tente atribuir custos para cada despesa, mesmo que seja apenas um palpite.

Leia também: Será que é o momento certo de abrir a própria empresa?

2º passo – Faça o cálculo

Se os custos estão muito altos, reveja seus gastos e procure maneiras de cortá-los. Se você precisa de espaço para reuniões, por exemplo, mas não pode pagar uma sala comercial, considere os espaços de coworking.

Você, como um empreendedor, tem a liberdade de escolher o que é melhor para você e sua empresa nesse período de inicialização. Pense em suas estratégias de negócios e planos para o futuro. Economize no que for preciso nesse período de inserção no mercado, porque você precisará focar, e muito, na captação e gestão de clientes.

Conheça melhor opções como coworking e escritório virtual, que, dependendo do ramo de negócios, pode se beneficiar muito com a economia de aluguel de sala comercial e mobília, contratação de secretária e muitos outros custos.

Gostou?Clique aqui e fale conosco

Fique atualizado

Receba um conteúdo exclusivo da CWK diretamente no seu e-mail.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa Newsletter